Disseram-me uma vez que a primeira impressão é a que fica. E agora, eu admito que é verdade. Eu tinha minhas dúvidas, mas de uns tempos pra cá...
Então provavelmente você vai pensar que eu não tenho bons modos, afinal nem disse um simples "oi". E confesso que nem sempre os tenho, nem todo mundo pode (leia-se: quer, tá a fim de e outras expressões que sejam sinônimos) ser uma Lady sempre.
Voltando ao lance de como você vai me ver, eu acho que não é tão parecido com o normal meu em apresentações, porém eu tentei fazer com que fosse o mais perto de como me sinto e me apresento aos estranhos.
Eu não sei exatamente o que dizer então eu separei umas coisas que eu acho legal dizer quando conheço alguém. E que, sei lá, me perguntam quando me conhecem.
Como eu sempre quis ser entrevistada, eu fiz tipo isso. Em negrito é você que está lendo isso, e em itálico é o meu pensamento além da pergunta. 

Qual é o seu nome? Anmi. Sim, esse é o meu nome.


Como se escreve o seu nome? A-N-M-I

Como se pronuncia o seu nome?  Só ler o que está escrito.

Qual é a origem do seu nome? Meu nome não tem uma origem certa. Na verdade, minha mãe diz que é a junção do nome dela e do meu pai. Tipo sério, não tenho idéia de onde ele brotou. 


Quantos anos você tem? 18. O normal é não me perguntarem a minha idade, mas eu gostaria que se importassem com isso.

O natural é que se siga as perguntas pelo lado do 'do que você gosta, qual sua banda favorita' e essas coisas. Mas vou deixar em mistério isso. A final que graça tem eu fazer um blog pra dizer tudo no início?

Deixe um comentário